top of page

1ª edição do GA FEST marca uma nova tradição

Confira como foram os bastidores, apresentações e expectativas para o próximo ano

Dentre tantos eventos que nosso colégio promove anualmente, faltava um que pudesse ser feito pelos alunos e para os alunos mostrarem seus talentos que no dia a dia nem sempre conseguem aparecer. Hoje (23) começamos uma nova tradição: o GA FEST.


Em 2019 tivemos um evento parecido, mas com um formato diferente e que os alunos gostaram bastante. Porém, com a pandemia, não conseguiu se manter, mas precisávamos resgatar esses talentos.


Para esse novo evento, decidimos que a turma do 9º ano deveria se encarregar de cuidar do festival, para já se aproximarem dos alunos do Ensino Médio, sem se distanciar do Fundamental II. Por consequência, a organização fez com que os envolvidos adquiram experiências em relação à concepção, logística, gestão de crises, busca por recursos e distribuição do horário.


Essas habilidades são essenciais para qualquer evento que se crie, desde uma festa de aniversário ou uma viagem entre amigos, até um simpósio ou fórum na universidade ou mercado de trabalho. São experiências como essas que ensinam para além do que os livros contam.


Processo de criação


Os alunos que se dispuseram a fazer parte da comissão de organização chegaram, a partir de um brainstorming, ao nome GA FEST. Depois pensaram, sob orientação do professor Lucas Callut, no conceito artístico do cartaz e convidaram os alunos para participarem.


A partir de um formulário, os nossos talento se inscreveram e então foi criada a a lista com a ordem de aparição. O roteiro dos apresentadores foi desenvolvidos por eles mesmos, os alunos Lívia e Bruno que conduziram o espetáculo.


Durante as apresentações, os demais alunos que faziam parte da equipe atendiam aos artistas, montando e desmontando o palco, com instrumentos, microfones bancos e demais elementos que faziam parte de cada número.


As apresentações


Abrimos a possibilidade para que os alunos apresentassem seus talentos, sem os limitarmos a uma arte específica. Teatro, música, dança e até habilidades com bola, cubo mágico e improviso compuseram a manhã que permitiu que conhecêssemos outras faces dos nossos brilhantes alunos.


Foi permitido também aos professores e funcionários participarem. Guilherme e Lucas, professores de Matemática e Redação, respectivamente, apresentaram canções e foram convidados pelos estudantes a cantarem com eles.


Duetos, solos de guitarra conquistando nossos corações e vozes surpreendentemente potentes estimularam um alto número de inscritos de última hora na sessão "open mic". Apesar do improviso, fomos todos impactados positivamente ao vermos tantas habilidades a serem exploradas.


E a edição de 2024?


Essa nossa primeira vez foi bastate marcante e já estamos repensando algumas questões em relação ao formato. Para quem não conseguiu se apresentar hoje, não fique triste, pois ano que vem o palco terá um espaço reservado para você.


Agradecemos a todos os alunos que participaram, tanto na organização quanto mostrando seus talentos. Ah! E já estamos ansiosos pela edição 2024 que contará com surpresas que já começamos a planejar, porque aqui no GA é assim: estamos sempre olhando para um futuro ainda melhor que o presente.




32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page