Médio: poema "Lira Itabirana"

25/02/2019

Na última quarta-feira, 20/02/19, os alunos do Ensino Médio realizaram atividades interdisciplinares sobre Brumadinho, Minas Gerais. Como parte da reflexão, analisaram os impactos da mineração e da instalação da vale do Rio Doce (1942) em Minas gerais, por meio dos versos do grande poeta itabirano Carlos Drummond de Andrade (1902-1987). Confira o poema  "Lira Itabirana", publicado em 1984, transcrito abaixo e declamado por nossas alunas Fernanda Cabral Jahnke (1ºB), Gabriela Tanaka Kiura (1ºB), Mariana do Patrocínio (1ºB) e Natália Sela (2ºA). 


Lira Itabirana


Carlos Drummond de Andrade


I

O Rio? É doce.
A Vale? Amarga.
Ai, antes fosse
Mais leve a carga.


II

Entre estatais
E multinacionais,
Quantos ais!


III

A dívida interna.
A dívida externa
A dívida eterna.


IV

Quantas toneladas exportamos
De ferro?
Quantas lágrimas disfarçamos
Sem berro?

 

 

Please reload

Mostra de Música 2019

03/12/2019

1/10
Please reload

Please reload

Mais notícias >

 

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no GA? É só seguir os perfis oficiais no FacebookInstagramTwitter e Youtube.  #ColegioGA  #SomosGA

Colégio Guilherme de Almeida 40 anos
Colégio Guilherme de Almeida Sistema Anglo
Colégio Guilherme de Almeida Cultura Inglesa
Colégio Guilherme de Almeida Unesco

Siga, curta e inscreva-se!

Colégio Guilherme de Almeida - 40 anos

Direitos autorais © 2019, Todos os direitos reservados - Política de Privacidade

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube

Atendimento (11) 2464-4745

Av. Emílio Ribas, 847 Gopoúva Guarulhos SP

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube
Colégio Guilherme de Almeida